quinta-feira, 31 de março de 2011

DADÁ FIGUEIREDO

Dávio nunca imaginou que seria um ícone. A paixão pelas ondas era ingênua. O que ele queria era apenas surfar. Não importa se fosse numa monoquilha toda torta, feita por ele, enquanto os também surfistas parafinados da praia que freqüentava usavam os foguetes da Aloha ou Trop.


Ele não esperava as series como os metidos locais insistiam, surfava o que aparecia, não se importava com nada, apenas em estar na água. Sua galera era a dos discriminados, a patota da Tijuca, bairro do subúrbio do Rio de Janeiro, a apenas 40 minutos da tão bela e falada Barra. Até que uma turma local o convenceu de que seu talento poderia render dividendos. Ele agora faria parte de uma equipe, e seria domado, até uniformizado. Foi para um grande evento em Florianópolis e saiu de lá como o fenômeno. Pena que tornou-se um dos parafinados, que tanto criticava. Suas roupas coloridas, da marca que explodiu junto com ele, não condiziam com seu espírito rebelde ou podemos dizer único. Seu surf era uma forma de se expressar, com as manobras loucas, radicais, modernas. Sim, ele estava à frente de nosso tempo. Nós, apenas humanos, é que não nos tocamos que o futuro esteve diante dos nossos olhos, o tempo todo, na forma divina de Dadá.

Tentando ser alguém que não era, Dávio voltou de uma trip na África do Sul diferente. Não usava mais as roupas coloridas. O preto, o dark, o negro eram sua nova, ou quem sabe, real mensagem. As atitudes irreverentes, o corte punk e as drogas pareciam ser a passagem para a liberdade que ele tanto procurava. Não eram. Longe disto. Ficou cada vez mais aprisionado.

Perdeu seu momento, sua juventude, quase virou pó.

Só que os grandes sabem aproveitar as oportunidades e ele se tornou um exemplo.

Aquele que não era levado a serio passou a dar lições de vida. Pai de família, marido, professor, pastor, assim é Dadá Figueiredo, um cara simples, bacana, feliz e livre.

A tal cobiçada felicidade só veio depois que ele conseguiu se descobrir e colocar para fora todos seus medos assumindo para si que fazer o que deseja não significa ser contra as regras e normas da sociedade. Seguindo seu precioso intimo ele pode recomeçar sua vida, muito mais consciente da dádiva que lhe foi concedida, sentindo um enorme prazer de passar para as puras crianças o gostoso ato de surfar.

O cisne negro do surf brasileiro se transformou num magnífico modelo de como é importante fazer o que se gosta, seguir os instintos e tentar ser o mais verdadeiro possível com o seu lado interior.

Dadá Figueiredo nunca quis ser estereotipo de nada, mas acabou sendo o ídolo dos oprimidos, da necrose social, e agora, dos seus alunos. Fonte: (Revista Fluir nº 288 – http://www.fluir.com.br/).

Informativo nº 94

Wave tools surf consertos (51) 8411-2753

segunda-feira, 28 de março de 2011

RIO MAMPITUBA – TORRES

A boca do rio mais famoso do Rio Grande do Sul tem seus momentos épicos, privilegio dos surfistas locais que dominam o pico nos dias em que a vala do Mampituba esta rodando. São linhas perfeitas, negras e azeitadas, na combinação de fatores naturais que formam esse cenário tão cobiçado. De um lado a Praia dos Moles e do outro lado Passo de Torres, no meio da correnteza de um rio que corre entre os moles para o mar. O vento certo, a ondulação certa, a maré certa e aqui temos o Mampituba session. Quem viu, viu. Fonte: (Revista Solto nº55 – http://www.solto.com.br/)

Informativo nº 30


Wave tools surf consertos (51) 8411-2753

sexta-feira, 25 de março de 2011

FUNDOS



As principais variáveis do fundo da prancha são as curvas de fundo (rocker) e o formato da sua superfície. As curvas mais acentuadas são usadas em pranchas para ondas maiores e mais cavadas, e curvas menos acentuadas em pranchas menores e para ondas cheias. Existe uma infinidade de possibilidades de configurações de fundo. Você pode usar um concave no meio da prancha, passar para double concave entre as quilhas e deixar flat na rabeta, por exemplo. Aqui estão os básicos.
.
Flat: o fundo reto é o mais básico e o que menos interfere no funcionamento da prancha, normalmente usado do meio para o bico.
.
V-botom: o fundo em “V” é mais usado nas pranchas medias e grandes, principalmente na área entre as quilhas. Ela facilita a troca de bordas, mas tende a diminuir a velocidade da prancha. Isso pode ajudar em ondas grandes e tubos mais cavernosos.
.
Concave: o fundo côncavo é oposto ao fundo em “V”, aumentando a pressão do fluxo de água que corre pelo fundo da prancha devido a sua canalização. Isso gera mais velocidade.
.
Double concave: uma combinação funcional para pranchas medias e grandes é o canal duplo entre as quilhas. Deixa a prancha com uma troca de borda mais sensível e projetável pelo trabalho dos dois concaves.
.
Canaletas: as canaletas foram muito usadas nas décadas de 80 a 90. Sua função é semelhante a do fundo côncavo: aumentar a velocidade de saída da água, canalizando seu fluxo. Mas também há shapers que gostam do efeito de direcionamento de mais água para as quilhas. Podem ser retas ou curvas, feitas entre as quilhas ou até mais próxima ao meio da prancha. A verdade é que essa opção é motivo de estudos até hoje e deve ser utilizada para quem sabe, ou imagina, exatamente o que procura.
Fonte: Guia de Pranchas Fluir nº 300 (http://www.fluir.com.br/)

Informativo nº 136

Wave tools surf consertos (51) 8411-2753

segunda-feira, 21 de março de 2011

TRAMANDAÍ - 30.01.11

Aéreo mas caindo

Boa batidinha de front
Renato DSD boa rasgada

Agua transparente

Piolho entrendo no mar

Muito boa escalada na espuma (Émerson Piolho Iori)

Batida forte de back

Mai uma rasgada do Renato DSD

Floater na junção
Fotos: Wave Tools Fotos.

quinta-feira, 17 de março de 2011

FUNDAMENTOS

O tamanho da prancha varia de acordo com a altura do surfista, o tamanho e tipo de onda a ser surfada e as habilidades e pretensões de cada um:
.
Altura do surfista / Tamanho da prancha
1,70m a 1,75m ...............5’11’’ a 6’0’’
1,75m a 1,80m ...............6’0’’ a 6’1’’
1,80m a 1,85m ...............6’1’’ a 6’2’’
.
Surfistas com alguma habilidade e experiência devem usar pranchas 2 a 3 polegadas maiores que a própria altura. Dessa forma, um bom surfista que mede 1,77m deve ter sua pranchinha básica variando entre 6’0’’ a 6’1’’. Pessoas de menor estatura podem ter a variação um pouco maior em relação ao seu tamanho. Ou seja, surfistas menores que 1,70m devem definir o tamanho da sua prancha normal de 3 a 5 polegadas a mais que sua estatura. Já os mais altos, devem variar menos o tamanho de sua prancha. Surfistas com mais de 1,85m devem usar pranchas de 1 a 2 polegadas maiores que sua altura.
.
Há uma tendência em diminuir esse padrão. Porem, a largura e espessura devem compensar, para que o volume da prancha não diminua muito na proporção, prejudicando a remada.
.
Iniciantes devem optar por uma prancha de algumas polegadas a mais que as sugeridas acima, para ter mais estabilidade, remada e diversão. Longboards, Funboards e Pranchas Evolution são perfeitas para se começar.
Fonte: Guia de Pranchas Fluir nº 300 (www.fluir.com.br)
.
Informativo nº 131

Wave tools surf consertos (51) 8411-2753

quarta-feira, 16 de março de 2011

2º ETAPA - CAMPEONATO GAÚCHO DE DOWNHILL - LINHA EULÁLIA - BENTO GONÇALVES - 19 E 20 DE MARÇO DE 2011

RESULTADOS:
FEMININO
1º - 001 - Gilmara Leiner - Voodoo DH Racing - Porto Alegre - 6:24:40
MASTER C
1º - 901 - Danilo Spader - Unirace - Garibaldi - 5:39:03
INFANTO JUVENIL
1º - 476 - Jaison Tressoldi Gamba - Biker's House - Osorio - 5:17:35
RIGIDA
1º - 801 - Marcelo Smaniotto - Avulso - Gravatai - 4:03:34
ESTREANTE
1º - 721 - Leonardo Goisso - ECDM - Bento Gonçalves - 3:40:69
.
JUVENIL
1º - 515 - Mauricio Volpato - Moda Alternativa - Marau - 3:36:77
.
MASTER B
1º - 607 - Adriano Cardoso - Pé de Vela - Porto Alegre - 4:33:29
MASTER A
1º - 308 - Felipe Spader - Unirace - Garibaldi - 3:21:39
.
JUNIOR
1º - 101 - Alisson Matje - ADHV - Portão - 3:20:42
SUB 23
1º - 411 - Eduardo Bianchi - ADHV/Dal Castel Bikes/SD Disign - Bento Gonçalves - 3:20:31
SUB 30
1º - 208 - Rodrigo Campeol - Avulso - Farroupilha - 3:23:11
.
ELITE
1º - 002 - Lucas Bertol - ADHV - Bento Gonçalves - 3:06:75
2º - 023 - Thiago Velardi - ZM Bike Service DQ Sports - Jundiai/SP - 3:15:16
3º - 005 - Leonardo Griebeler - Unirace/Ride Bike - Caxias do Sul - 3:16:90
4º - 024 - Andre Bretas - Santa Cruz - Governador Valadares - 3:21:27
5º - 026 - Frederico Vieira - Avulso - Luziana - 3:29:75
PROGRAMAÇÃO
.
SÁBADO 19 de março
.
08:30 h Treinos livres na pista/Inscrições abertas
11:30 h Encerramento das inscrições e treinos
13:00 h TOMADA TEMPO CLASSIFICATÓRIA
.
DOMINGO 20 de março
.
09:00 h Treinos livres
12:00 h TOMADA DE TEMPO OFICIAL
16:00 h Premiação da prova

segunda-feira, 14 de março de 2011

POUSADAS DE PRAIAS VALORES ENTRE R$ 400,00 A R$ 599,00

ILHA DO PAPAGAIO
Palhoça/SC
A ilha particular transformada em pousada está inserida em uma Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca. Excelente ponto para a observação desses mamíferos – entre os meses de julho e novembro –, a Ilha do Papagaio é cercada por belezas naturais. Praias paradisíacas e trilhas em meio à mata atlântica compõem o cenário perfeito para casais em lua de mel. Para ocupar o dia, atividades de lazer e esporte, como vôlei de areia, frescobol, piscina, massagens, passeios de barco e mergulho são algumas das opções. À noite, a pedida é um jantar romântico no restaurante da pousada, onde é possível saborear ostras e mariscos frescos.
Serviço: Ilha do Papagaio, s/nº, Ponta do Papagaio, Palhoça, SC, Tel: (48) 3286-1242, http://www.papagaio.com.br/, papagaio@papagaio@com.br.
Preços: Diárias a partir de R$ 558,00 para duas pessoas, com café da manha. Cobra 9,5% de taxa de serviço.
QUINTA DO BUCANERO GUEST HOUSE
Praia do Rosa/SC
Descoberta por surfista na década de 1970, a Praia do Rosa é ideal para a pratica de esportes náuticos, como surf, windsurf, kitesurf. A Quinta do Bucanero fica de frente para essa praia de ondas fortes, considerada uma das melhores do litoral sul do País. Além da bela paisagem, quem se hospeda na pousada pode usufruir da piscina com vista para o mar e de acomodações amplas e confortáveis. Rodeada por 17 mil m2 de área verde, é ideal para quem busca privacidade.
Serviço: Entrada Geral do Rosa, s/nº, Praia do Rosa, Imbituba, SC, Tel: (48) 3355-6056, http://www.bucanero.com.br/, bucanero@terra.com.br.
Preço: Diárias a partir de R$ 430,00 para duas pessoas, com café da manha. Cobra 10% de taxa de serviço.
POUSADA LE RELAIS LÁ BORIE
Armação dos Búzios/RJ
A pousada, na Praia de Geribá, é de donos franceses, que imprimiram um pouco de sua cultura no restaurante Chez Françoise, cuja especialidade são os pratos de frutos do mar e a cozinha francesa. Nos quartos – são 40 – há camas Pierre Cardin e as principais suítes têm vista para o mar verde e transparente de Búzios. As piscinas aquecidas garantem o banho noturno mesmo nos períodos de inverno. Quem preferir pode ir até a orla curtir o agito noturno da cidade.
Serviço: Rua dos Gravatás, 1374, Praia de Geribá, Armação de Búzios, RJ, Tel: (22) 2620-8504, http://www.laborie.com.br/, laborie@laborie.com.br.
Preço: Diárias a partir de R$ 544,00 para duas pessoas, com café da manha.
VILA D’ESTE
Armação de Búzios/RJ
As belezas de Búzios foram exaltadas internacionalmente por Brigitte Bardot. A cidade retribuiu a gentileza da atriz com uma estatua em sua homenagem. De frente para a obra, sobre um morro cercado de mata nativa, a Vila D’Este é uma opção de hospedagem para quem visita este paraíso fluminense. Com praias, ilhas e morros, o lugar oferece diversas atividades para o dia e muita badalação nos restaurantes e bares à noite. As instalações da pousada, como a piscina com vista para o mar, são ideais para momentos de lazer e relaxamento.
Serviço: Alto do Humaitá, 11, Centro, Armação de Búzios, RJ, Tel: (22) 2623-1546, http://www.viladeste.com.br/, reservas@viladeste.com.br.
Preço: Diárias a partir de R$ 407,00 para duas pessoas, com café da manha.
POUSADA DO TOQUE
São Miguel dos Milagres/AL
A Pousada do Toque bem que poderia ser um resort, com tantas opções de lazer e relaxamento que oferece. A área, que é toda gramada, acolhe os chalés, espalhados pela propriedade e dividindo lugar com hortas, jardins, quadra de tênis e piscina. O chef Nilo Burgarelli comanda o restaurante, de onde saem pratos elaborados com peixes e lagostins, considerados as melhores pedidas. Se isso não bastar, o mar é bem em frente, verde e calmo, a exemplo do que pode ser visto em toda a extensão do litoral alagoano.
Serviço: Rua Felisberto de Ataíde, Sítio Santo Antônio, s/nº, Povoado do Toque, São Miguel dos Milagres, AL, Tels: (82) 3295-1127 / 9600-4550, pousada@dotoque.com, http://www.pousadadotoque.com.br/.
Preço: Diárias a partir de R$ 510,00 para duas pessoas, com café da manha.
JACARÉ DO BRASIL CASAS
Porto Seguro/BA
As casinhas de 1 ou 2 quartos, todas com cozinha, são boas para ir com a família toda ou com os amigos. Um esquema de serviços personalizados também é destaque na Pousada Jacaré do Brasil Casas, sendo que o hospede pode, além de desfrutar de mimos, como celular com linha local e TV de plasma, ligar para a recepção e agendar massagens ou pedir par que um chef de cozinha vá lhe preparar um jantar na casa. A localização também ajuda, já que está no Quadrado, a pracinha de casinhas coloridas que é uma das atrações da região, e a Praia de Trancoso, onde as falésias de 400 metros encimadas por coqueiros verdinhos fazem às vezes de cartão-postal.
Serviço: Praça São João, 9, Trancoso, Porto Seguro, BA, Tel: (73) 3668-1667, http://www.jacaredobrasilcasas.com.br/, reservas@jacaredobrasil.com.br.
Preço: Diárias a partir de R$ 468,00 para duas pessoas, com café da manha. Cobra 10% de serviço.
.
ALDEIA DA MATA RESOT DE NATUREZA
Uruçuca/BA
Erguida entre a mata atlântica e a praia, a Aldeia da Mata fica próxima de dois santuários naturais: Ilhéus e Itacaré, na Bahia. Integrada ao ambiente, conta com 12 bangalôs espalhados por um jardim tropical e varandas voltadas para a mata ou para o mar. O complexo hoteleiro, que reúne praia e campo em um só lugar, oferece atendimento personalizado e privacidade aos hospedes. Na área de lazer, dispõe de piscina com vista para o mar e SPA, com massagens aromáticas e hidromassagem.
Serviço: Rodovia Ilhéus-Itacaré (BA-001), km 31,5, Serra Grande, Uruçuca, BA, Tels: (73) 3229-6041 / 3086-2999, http://www.aldeiadamata.com.br/, info@aldeiadamata.com.br.
Preço: Diárias a partir de R$ 450,00 para duas pessoas, com meia-pensão. Cobra 10% de taça de serviço (opcional).
Fonte: Guia de Pousadas de Praia (http://www.revistaonline.com.br/).
Wave tools surf consertos (51) 8411-2753

quarta-feira, 2 de março de 2011

MAHALO


Wave tools surf consertos (51) 8411-2753
.
Mahalo
.
“A sombra dos coqueiros, a brisa batendo no rosto, enquanto a água de coco gelada refresca o corpo sobre a areia branca e fofa da praia”.
.
A água salgada, o corpo molhado, o brilho do sol no mar, enquanto a prancha de surf leva o corpo e mente a uma sombra virgem e exclusiva, de um mundo mais bonito dentro de uma onda tubular.
.
Essa é a sensação que brota naturalmente, cuja essência é viver no amor, em uma só estação, um sentimento sincero, um eterno verão.
.
Sombra e água salgada.
Fonte: (www.mahalo.com.br)